BOLSAS 

8.º Congresso EDILIC, Lisboa

Modalidades de participação e de submissão

 

A associação EDILIC apoia os sócios!

Como parte da sua política de desenvolvimento e apoio, a associação EDILIC vai oferecer até 5 bolsas, num máximo de 200 euros cada, para apoiar a participação de membros da associação que tenham uma comunicação aceite para o 8.º Congresso EDILIC, em Lisboa, de 11 a 13 de julho de 2019.

 

Os membros da associação EDILIC poderão solicitar uma bolsa, desde que enquadrados numa das três categorias seguintes:

1.Membro de longa data da associação Edilic (enquanto membro, de modo contínuo, durante os últimos 5 anos, ou seja, desde 2014) (2 bolsas disponíveis).

2.Membros estudantes - alunos de doutoramento da associação Edilic. A obtenção do diploma não deve ser efetivada antes do final do congresso. Um comprovativo do estatuto de estudante deverá ser anexado ao requerimento da bolsa, acompanhado de uma carta de recomendação do ou da orientador(a)  (2 bolsas).

3. Membros da EDILIC residentes num dos países designados pela Associação europeia para a investigação em educação como país com baixo PIB e outros países constantes na lista abaixo (ver ficha informativa sobre os países em causa) (1 bolsa).

 

O local de residência dos candidatos a bolsa será determinado pelo endereço que consta atualmente na lista de membros da EDILIC.

Os países considerados com baixo PIB são:

- África - todos os países, com excepção da Guiné Equatorial e das Seicheles;

- América - todos os países, exceto Canadá, Estados Unidos da América, St. Kills and Nevis e Trinidad e Tobago;

- Ásia - todos os países, com excepção do Barém, do Brunei Darussalam, da RAE de Hong Kong, de Israel, do Japão, da República da Coreia, do Kuwait, de Macau, da Malásia, Omã, Catar, Singapura, Taiwan, Emirados Árabes Unidos;

- Oceânia- todos os países, exceto Austrália e Nova Zelândia;

- Europa - Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, Geórgia, Cazaquistão, Kosovo, ARJ da Macedónia, Moldávia, Montenegro, Roménia, Sérvia, Turquia e Ucrânia.

 

O financiamento é concedido sob a forma de uma bolsa. Nenhum candidato receberá mais de 200 euros, mas um financiamento inferior poderá ser atribuído. A comissão de atribuição de bolsas reserva-se o direito de não conceder bolsas em qualquer uma das categorias e considerar a concessão do dinheiro remanescente após a concessão de bolsas nestas três categorias ao próximo candidato na lista e de acordo comas necessidades identificadas.

 

De notar que um pedido de bolsa apresentado por um não-membro durante o período de 2017-2018 não será considerado. Um candidato que tenha recebido apoio no Congresso anterior, não será considerado prioritário relativamente a outros candidatos.

Os candidatos a bolsa podem ser o autor principal ou o coautor da intervenção no Congresso. Apenas uma pessoa poderá ser subsidiada por comunicação - intervenção.

 

Os pedidos de bolsa serão aceites após a confirmação da aceitação da proposta de comunicação pela comissão Organizadora (o e-mail confirmando a aceitação deverá ser anexado ao pedido).

 

Não há garantia de que essas bolsas venham a ser concedidas em Congresso futuros.

 

Para que a inscrição seja válida, os candidatos devem preencher um formulário disponível aqui. Se um candidato é um membro da associação há menos de 5 anos ou é candidato enquanto estudante, é necessário juntar o nome e contacto de uma pessoa de referência da universidade.

Os estudantes necessitam de anexar uma carta de recomendação de um professor da instituição de ensino superior envolvida ou do seu orientador de tese.

 

As decisões da comissão de bolsas serão inteiramente baseadas nas informações fornecidas pelos candidatos no formulário de inscrição.

 

Para o procedimento:

- apresentação do pedido até 31 de março de 2019 no endereço de e-mail EDILIC edilicmail@gmail.com até à meia-noite e resposta da comissão até 5 de abril de 2019.

Formulário